Posts tagged ‘Revista Magma’

04/01/2012

BELAS E TERRÍVEIS CRIATURAS

por cam

Viver com a(s) “crise(s)” e a(s) “insularidade(s)” produz nas minhas leituras singulares fenómenos de distanciamento.

Leio agora a revista de poesia Criatura, nos3, 4 e 5 (Abril de 2009, Dezembro de 2009, Outubro de 2010, respectivamente). Poetas que escrevem há pouco tempo, outros há muito. Presenças espanholas.

As revistas de poesia têm quase sempre vida curta (excluo deste apontamento as ditas institucionais). Recordo experiências: as luso-espanholas Canal e Falar/Hablar de Poesia, a luso-brasileira Inimigo. Rumor; só portuguesas: a Hífen (Inês Lourenço), a As Escadas Não Têm Degraus (AM Feijó, JM Magalhães, JMF Jorge), a Construções Portuárias (António Cabrita), a Apeadeiro (Jorge Reis Sá, Valter Hugo Mãe), a Magma (Sara Santos e eu), ou a A Phala (a revista, não o “boletim” livreiro – José Alberto Oliveira). Persistem a Bumerangue (não tenho a certeza), a DiVersos (Jorge Vilhena Mesquita e José Carlos Marques), a Piolho (Edições Mortas/A. Dasilva O.), a Relâmpago e a Telhados de Vidro (Inês Dias, Manuel de Freitas). Outras terão morrido na última década e meia, outras há que ainda persistem, não sei (esta resenha é aproximativa). E ainda há as que apenas têm existência on-line.

Aquilo que quero realçar é que a poesia, destes e de outros modos, continua a resistir às tentativas de certos críticos e de certa imprensa, seja pelo aberto ataque cerrado que fazem a tudo quanto é novo e inovador, seja pela imposição do silêncio (e não é de descartar igualmente as estratégias de algumas editoras e grupos editoriais).

Bom, estava a falar da Criatura. Nela, gosto de muita coisa: do projecto original que sem ser de “grupo” tem espinha dorsal e pelo menos sabe por onde não ir, de muitos dos poemas, do design, da presença de alguns dos poetas (poemas) no limite do risco. É (também) para isso que se faz uma revista de poesia.

[direcção de Ana M. P. Antunes, David Teles Pereira e Diogo Vaz Pinto – os 2 últimos assinam sempre vários poemas na revista. Organização do Núcleo Autónomo Calíope da Faculdade de Direito de Lisboa, com o apoio da Associação Académica]

Anúncios
26/12/2011

O TEMPO DOS ASSASSINOS

por cam

Outro projecto que a miopia política assassinou: a revista Magma. Com direcção de Sara Santos e minha coordenação editorial, a revista era editada em regime de “carta branca”. Além de mim, coordenaram números: António Cabrita, Lélia Nunes e Luiz Antonio de Assis Brasil, Judite Jorge e Mário Cabral, Urbano Bettencourt.

Publicaram-se 7+1 números: do zero (Maio de 2005), ao 7 (Dezembro de 2008), com Separatas do zero ao 4.

Participaram nos 7+1 números, dezenas de autores, repartidos pela poesia, conto, teatro, ensaio e tradução, de Portugal (mainland, Açores e Madeira), Brasil, Cabo Verde, Espanha (Canárias) e Moçambique.

Na fotografia aqui à vista, estão as capas dos números zero e 1, com as respectivas Separatas, a do zero com Avulsos por Causa (poesia), de Renata Correia Botelho, e a do 1 À Flor do Mar (crónicas sobre livros), de Inês Dias.

Eis a lista dos participantes da Magma, para “memória futura”:

Abel Neves, Albano Martins, Alberto Pimenta, Alexandre Borges, Alexandre Dale, Altair Martins, Amilcar Neves, Ana Francisco, Ana Hatherly, Ana Maria Fagundo, Antidio Cabal González, Ana Marques Gastão, Ana Paula Inácio, Andes Chivangue, Ângela Correia, António Cabrita, António Godinho, António Olinto, Armando Artur, Carlos Alberto Machado, Carlos Bessa, Carlos Henrique Schroeder, Carlos Nogueira Fino, Carlos Tomé, Carlos Urbim, Carol Bensimon, Celso Gutfreind, CEPiA, Charles Kiefer, Christina Dias, Claudia Gelb, Claudio Daniel, Cleci Silveira, Daniel de Sá, Diego Grando, Dilan D’Ornellas Camargo, Dom Midó das Dores, Eduardo Bettencourt Pinto, Eduardo Nasi, Elis Cruz, Fernando Guerreiro, Fernando Neubarth, Fernando Paixão, Fernando Rozano, Fernando Silva, Ferreira Gullar, Flávio José Cardozo, Francisco Cota Fagundes, Frank X. Gaspar, Gabriela Funk, Gabriela Silva, Gilberto Perin, Gonçalo M. Tavares, Helder Moura Pereira, Hoyêdo de Gouvêa Lins, Inês Dias, Inês Lourenço, Ítalo Ogliari, Ivette Brandalise, Ivo Machado, J. Michael Yates, Jacinto Lucas Pires, Jaime Rocha, Jaime Vaz Brasil, Jane Tutikian, João Almeida, João-Luís de Medeiros, Joel Neto, Jorge Adelar Finatto, Jorge Fazenda Lourenço, Jorge Gomes Miranda, Jorge Louraço Figueira, José Agostinho Baptista, José de Sainz-Trueva, José Eduardo Degrazia, José Luís Hopffer Almada, José Luís Tavares, José Maria Carreiro, José Miguel Silva, José Viale Moutinho, Juan Carlos de Sancho, Judite Jorge, Júlio de Queiroz, Laerte Silva, Laís Chaffe, Leatrice Moellmann, Lélia Nunes, Leonardo Brasiliense, Lúcia Helena Marques Ribeiro, Luciana Veiga, Luis Carlos Patraquim, Luís Dill, Luís Filipe Borges, Luiz Antonio de Assis Brasil, Luiz Paulo Faccioli, Maicon Tenfen, Manuel de Freitas, Marcela Costa, Marcelo Passamai, Marcelo Spalding, Maria Aurora Carvalho Homem, Maria João Cantinho, Maria José Marques Figueiredo, Mariana Matos, Marie-Amélie Robilliard, Mário Cabral, Mário Lúcio Sousa, Mario Pirata, Marô (Maria Eunice) G. Barbieri, Monique Revillion, Nelson Saúte, Nuno Costa Santos, Nuno Moura, Olsen Jr., Onésimo Teotónio Almeida, Osmar Pisani, Paulo da Costa Domingos, Pedro Eiras, Pedro Fevereiro, Pedro Javier C. Garcia, Pedro Stiehl, Renata Correia Botelho, Renato Tapado, Ricardo Silvestrin, Rodrigo de Haro, Roger Cardús Juvé, Rogerio Manjate, Rogério Sousa, Rubem Penz, Rubens da Cunha, Rui Pires Cabral, Rui Sousa, Salomão Ribas Jr, Semy Braga, Sergio da Costa Ramos, Sidónio Bettencourt, Silveira de Souza, Sílvia Pinto Ferreira, Silvina Rodrigues Lopes, Sónia Bettencourt, Sulivan Bressan, Suzana Mafra, Tiago de Faria, Tiago Prenda Rodrigues, Tiago Rodrigues, Urbano Bettencourt, Valério Romão, Valesca de Assis, Vamberto Freitas, Victor Rui Dores, Vinícius Alves, Vítor Nogueira, Volnyr Santos, Walter Galvani e Zenilda Nunes Lins.

 

%d bloggers like this: