POEMÁRIO ASSÍRIO 2012

por cam

Saiu o Poemário 2012 da Assírio & Alvim, onde mais uma vez está um poema meu, retirado do Talismã – também está no Registo Civil (parece que está no dia 29 de Março, ainda não o vi). O poema é assim:

Luto sem fim à vista

para saber a medida

desta poesia incompleta

narrativa sentimental

que somente desejaria

não precisar de palavras

substitutos ou remendos

da matéria de um corpo

em expansão noutro corpo

energia transbordante

que vai de um para o outro

apagando o tédio.

[alguns livros meus estão na Wook com 50% de desconto…]

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: